O Desvio

“O Desvio” (La Deviation), é uma história em quadrinhos criada pelo artista francês Jean Giraud – conhecido também pelos pseudônimos de Moebius e Gir – e foi publicada pela revista Pilote, no início da década de 1970. Nessa história, que marca o começo da sua carreira na ficção científica, o próprio autor é o personagem protagonista: após pegar um desvio, Jean e sua familia embarcam em uma aventura surreal, repleta de acontecimentos absurdos e de seres fantásticos. Segundo as palavras do próprio autor:

“A história é simples. Trata-se de pessoas aparentemente normais que partem de férias e, de súbito, se metem por um desvio… Em todos os sentidos do termo. Começam, então, os problemas. Trata-se de uma parábola: se seguirmos os caminhos traçados pela sociedade, corre tudo pelo melhor. Mas se decidirmos abandoná-los para nos metermos por um atalho, um desvio, é mais do que provável sermos surpreendidos por estranhas aventuras que ninguém sabe onde nos poderão conduzir…”. Moebius

Já no primeiro quadrinho da HQ – que ocupa uma página inteira – nos deparamos com a sua criatividade e o seu humor provocativo, mantidos por toda a história. Logo após, vislumbramos o surreal e o esotérico, com direito a referências ao livro escrito por Lewis Carroll: Alice no País das Maravilhas. É uma obra original e precursora de novas realidades visuais em seus futuros trabalhos, que se tornaram referência nas artes de filmes, animações, mangás, HQs e até mesmo na moda.

Pegando o desvio, acredito que a extrapolação dos acontecimentos após Jean adentrá-lo seja uma alegoria ao fato de que nós costumamos enxergar através da lente do exagero quando nos deparamos com coisas diferentes das quais estamos habituados a lidar. O novo nos parece algo surreal que procuramos evitar ao máximo para não termos de encarar um dos nossos maiores medos: o medo do desconhecido. Isso se evidencia através do seu humor ácido quando, na HQ, sua esposa diz que era preferível morrer na estrada – um fato corriqueiro – do que pegar o desvio.

Após todo o absurdo fantástico da aventura narrada, suas vidas voltam a mais completa normalidade. E isso nos faz questionar o quão alienado é o mundo em que vivemos, nos incitando a desconfiar de tudo o que acreditamos ser normal nas nossas vidas. Será que estamos tão desequilibrados a ponto de não percebermos o que é realmente surreal? Que tenhamos a mesma ousadia do autor para adentrar o próximo desvio que a estrada da vida nos oferecer.

Divisor

assinatura

Divisor

ptgram power | faça parte | grupos | projetos | membros | ptg shares | trilha premium | fórum na blockchain|

siga: | @brazine | @brazilians | @camoes | @coiotes | @dailycharity | @imagemvirtual | @msp-brasil | @ptgram-power

Divisor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *